Infraestrutura – Brasil no descompasso internacional (2)

novembro 22 2017

China 13,4% e  Brasil 1,5% de investimentos

Historicamente o Brasil gasta muito mal o que arrecada.

A comprovação disto se dá, quando confrontando quanto que nosso país investe em infraestrutura, quando comparado com países  com potenciais econômicos inferiores (América Latina), ou com dificuldades populacionais gigantescas, como a China. Segundo o economista Venilton Tadini, professor da Fundação Getúlio Vargas e presidente da Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base (ABDIB), o Brasil está fazendo “um voo de galinha com asas cada vez mais curtas”.

O renomado economista informa que, para os padrões de um país com as carências brasileiras, os investimentos em infraestrutura – portos, estadas, aeroportos, telecomunicações, mobilidade urbana, saneamento básico, produção e transmissão de eletricidade – deveriam estar em torno de 5% do PIB.

Uma percentagem inferior, de 3%, seria necessária somente para cobrir a depreciação da infraestrutura já existente.

Siga os quadros comparativos:

Texto: Roberto Mangraviti
[email protected]

 

Write a Reply or Comment

X