Sinais de melhora no Varejo? Parece que sim!

dezembro 19 2017
Sinais de Melhora no Varejo

É claro que após dois anos de quedas vertiginosas, crescer algo em torno 0,5%, não é o melhor dos mundos.

Contudo, a clara percepção da queda ter chegado ao fim, e que há  possibilidades de uma melhora sustentável, com perspectiva de até 1,5% de crescimento em 2018,  nos reserva uma hiato de bem estar neste Reveillon, após um duríssimo 2017.

Segundo a Fecomércio “ em 2017, as contratações no varejo, atacado e setor de serviços paulista devem superar os desligamentos. Em conjunto, os três setores devem abrir 16.591 postos de trabalho, encerrando o ano com 9.885.532 empregos com carteira assinada.”

Estes dados são reflexos das informações prestadas pelo comércio varejista, atacadista e setor de serviços do Estado de São Paulo (PESP Varejo, Atacado e Serviços) e também pelo Ministério do Trabalho, por meio do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

Apesar do nível de emprego atual estar abaixo de 2014, a queda da Selic de forma consistente, assim como da inflação, inverteu a tendência da curva dos últimos tempos.

Varejo

 Entre 2015 e 2016, foram “queimados”  107 mil postos de trabalhos no varejo, em todo Estado de São Paulo.

Para 2017 espera-se a abertura de 3.069 vagas (854.511 admissões e 851.442 desligamentos).

Sendo assim o varejo paulista deve encerrar o ano com um saldo de 2.085.952 trabalhadores formais, com leve alta de 0,1% em relação aos 2.082.883 vistos em 2016.

Abaixo os principais setores:

Postos de Emprego Varejo

Texto Roberto Mangraviti
[email protected]

 

Outros Textos do Autor:

http://adasp.com.br/2017/12/bolsa-feminina-e-o-acessorio-campeao/

http://adasp.com.br/2017/12/bolsa-feminina-e-o-acessorio-campeao/

 

Imagem Siscoob

 

 

 

 

Write a Reply or Comment

X